Posts com Tag ‘rock é pecado ?’

h1

Usos e costumes: O que diz a Bíblia? Tattoos, piercing, música e roupas.

30 de junho de 2012

Deus olha

Durante toda minha caminhada cristã (28 anos de vida e de cristianismo) tenho visto muitas bizarrices. Coisas que variam do ridículo ao absurdo, mas que ainda assim há quem concorde. (Amauri Menezes, Metal Missionary.)

Já ouvi de pessoas que foram disciplinadas e até mesmo excluídas de suas comunidades por terem sido flagradas tomando um copo… não, não era cerveja nem muito menos cachaça… de coca-cola. Isso mesmo, Coca-Cola! Isso sem falar dos casos de mulheres que cortaram seus cabelos, ou pintaram; algumas porque se maquiaram ou pintaram as unhas, ou até mesmo puseram um brinco ou pulseira; homens que esqueceram de fazer a barba (eu mesmo já fui chamado a atenção por um pastor por andar com a barba por fazer e por usar cavanhaque) ou deixaram seu cabelo crescer. Eu conheci um irmão que hoje exerce o diaconato (assim como eu), que foi disciplinado várias vezes por jogar futebol e sinuca.

Coisas assim acontecem até hoje em algumas igrejas evangélicas e alguns pastores e líderes argumentam até com textos bíblicos o que se pode e o que não se pode fazer, ou usar; impondo regras que, tá na cara, não passam de humanas.

Mas, a dúvida que surge é: O que a Bíblia diz sobre usos e costumes? Qual é a diferença entre doutrina bíblica, usos culturais e costumes locais? O que, de fato, é mandamento de Deus e regra humana? Um crente em Jesus pode usar jóias e enfeites? O homem pode ter cabelo crescido? A mulher pode cortar seu cabelo sem culpa? Qual a roupa adequada para o cristão? Como deve ser a barba? Um cristão pode fazer tatuagem? Pode ouvir música secular? Praticar esportes? Todas essas perguntas tem respostas na Sagrada Escritura, é só pegar, abrir e ler. E eu vou te dar uma ajuda nisso.

Pegue o Manual do Fabricante e comece lendo Atos 15.20. O texto diz: “mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, bem como das relações sexuais ilícitas, da carne de animais sufocados e do sangue.” No contexto, vemos que, pela primeira vez na igreja primitiva, houve uma controvérsia a respeito desse tipo de assunto. Paulo e Barnabé discutiram com os irmãos judeus a respeito da circuncisão, pois os irmãos judeus queriam que os gentios se circuncidassem. Então, eles resolveram que deveriam reunir-se em Jerusalém com os demais apóstolos e presbíteros para definirem a questão. E foi resolvido entre eles que não deveriam perturbar os irmãos gentios com os costumes dos judeus, pois a salvação é pela graça, ficando definido como regra apenas o que está descrito no versículo citado.

Em I Ts. 5.22 lemos: “abstende-vos de toda forma de mal.” Como confundem esse texto! Dizem que devemos evitar, por exemplo, usar tatuagens, pois isso seria aparência do mal! Quando o texto fala, em algumas versões, ‘aparência do mal’, está falando daquilo que pode nos levar ao pecado, toda forma de mal. É do pecado que devemos nos abster. Não tem nenhuma relação com aparência física.

Em I Co. 2.4-16, Paulo nos ensina que não devemos apoiar nossa fé na sabedoria humana, mas no poder e sabedoria de Deus. E em Tt. 1.14, ele fala que não devemos nos ocupar com invencionices nem mandamentos de homens que se desviam da verdade.

A Palavra de Deus, Bíblia Sagrada é a verdade, devemos basear nosso modus vivendi nela. E é exatamente na Palavra que vamos encontrar as respostas para essas perguntas. Vou tratar cada uma delas em um tópico de cada vez.

No próximo, falarei sobre o uso de jóias e enfeites. Preparem-se! Eu sei que muitos ficarão escandalizados com o que a Bíblia diz, por isso prometo não exceder em nada o que a Palavra relata. Direi a verdade, simplesmente a verdade, nada mais que a verdade em nome de Deus!

Autor: Amauri Menezes, Metal Missionary.

CONTINUE LENDO Read the rest of this entry ?

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.